Você está preparado para conversar com ELES?

 

Ando pensando muito sobre como as mudanças tornam-se mais rápidas na medida em que o tempo passa. E em como as crianças e adolescentes são os primeiros a assimilarem essas mudanças. Esses pequenos já são consumidores, pois interferem diretamente nas decisões de compra de seus pais. E quando chegam à adolescência, muitos já possuem receita própria pra administrar. Será que fazemos idéia de como eles pensam? Que elementos habitam seu rico e intenso universo?

Outro dia, reunido com alguns adolescentes entre 13 e 17 anos, falei que lhes enviaria algumas informações por e-mail e eles começaram a reclamar:

ELES - Poxa, tio (pois é, tio...), por e-mail não!

EU - Ué??? Vocês não têm e-mail? Tão jovens e ainda não usam e-mail?

E eis que uma do grupo diz

ADOLESCENTE A - Eu até tenho e-mail, mas não olho nunca.

Eu (surpreso) - E como vocês se comunicam? Como vocês fazem pra mandar mensagens uns pros outros?

ADOLESCENTE A - Por scrap, ué (como se estivesse falando a coisa mais óbvia do mundo)...

E outra complementou:

ADOLESCENTE B - Ou então DM no Twitter, Facebook, BBM (BlackBerry Messenger)...

Até que outro adolescente solta a pérola:

ADOLESCENTE B - E-mail é coisa de velho!

... (estes 3 pontos representam o período em que eu fiquei em silêncio, estatelado, pois não imaginei que viveria para ouvir isso. Tentava reencontrar o chão que havia desaparecido por completo sob meus pés)

Me senti com 327 anos de idade. E olha que eu me considero bem "antenado",acompanho as tendências bem de perto, mas ficou claro pra mim que a velocidade das mudanças às vezes nos prega peças e um simples piscar de olhos pode nos deixar pra trás.

Achei bacaninha a forma que o banco Itau encontrou para fazer nos sentirmos verdadeiros dinossauros. Veja esse vídeo!

___