Recrutamento com Jeitinho

Já não é de hoje que realizo processos seletivos para contratar profissionais de vendas. E, consciente da necessidade de melhoria constante e da necessidade de aprendizado diário (sem demagogia), procuro sempre avaliar e fazer ajustes nos meus critérios de avaliação.

Bom, recentemente selecionei Consultores de Expansão para a empresa e, enquanto olhava os currículos e perfis enviados pela empresa de RH fui me dando conta do quanto eu detesto essas técnicas usadas por candidatos (e ensinadas por consultores) para burlar processos seletivos e maquiar seus perfis. Chega a ser patético, todos são super-profissionais.

O momento em que isso fica mais claro é quando peço pra me apresentar dois pontos fracos ou pontos em que precise melhorar. As respostas são sempre as mesmas:

- Ansioso(a)

- Perfeccionista

Então, na última seleção que fiz, resolví dificultar um pouco e pedí três pontos fracos. E eis algumas das pérolas com que fui obrigado a me deparar:

- Sou comunicativo(a) demais;

- Confio demais nas pessoas;

- Me preocupo mais com os outros do que comigo;

- Sou muito vaidoso(a);

Ou seja, estão sempre tentando camuflar os pontos fracos, apresentando adjetivos que soem como pontos fortes. Sinceramente, não desejo ter em minha equipe pessoas que fazem esse tipo de trapassa. Confesso, inclusive, que quando ouço alguém falar coisas como "desorganizado" ou "dificuldade em trabalhar em grupo", eu vibro! Afinal, pelo menos sei que aquela pessoa não está tentando me enganar.

E, para os que ainda acham que o caminho é a mentira, tenho uma boa notícia pra vocês. Soube que meus concorrentes estão abrindo processos de recrutamento. Vai lá!