Equilíbrio

A sabedoria está em solucionar problemas de uma vida atribulada com serenidade e equilíbrio.

Aliás, equilíbrio é uma palavra que vem perdendo espaço a cada dia, onde nós profissionais buscamos ser 90% trabalho e produtividade e deixamos os outros 10% para dividir entre todos os outros setores da nossa vida. Conseguimos, assim, resultados fabulosos no curto-prazo, mas a que custo? Será que você precisa subir assim tão rápido? E se tem pressa, será que vale à pena sacrificar tanta coisa em troca? Talvez hoje valha, mas será que amanhã, olhando pra trás, você continuará julgando ter valido?

Sucesso na vida profissional e falido na vida pessoal. Não estou propondo que não se trabalhe. Aliás, temos sim, que trabalhar duro. Mas se quebramos a cabeça todos os dias para solucionar os mais diversos problemas corporativos (alguns gigantescos), por que não nos dedicamos também a quebrarmos a cabeça encontrando a equação que nos fará bem-sucedidos não só no mundo empresarial, mas também nos relacionamentos pessoais, na saúde, na qualidade de vida?

Já me disseram que é impossível, que temos que escolher entre sermos super-executivos, super-empresários ou super-pais/mães, super-maridos/esposas, super-filhos/filhas, super-amigos, super-FELIZES. Eu discordo! Discordo porque acredito que a felicidade está no equilíbrio. Cedo ou tarde, a vida nos cobra com juros aquilo que foi deixado pra trás, tenho visto altos executivos e empresários pagando preços altíssimos.

Se você estiver disposto a buscar esse equilíbrio, sugiro que em primeiro lugar, você ponha foco em cada uma das suas atividades. Quando estiver no trabalho, se concentre a ponto de produzir muito mais que o habitual dentro daquele espaço de tempo. Seja 100% trabalho, evite dispersões, dê retorno a seus clientes e trabalhe com paixão. Você verá que o seu dia irá render muito mais do que costumava antes sem que você precise fazer hora-extra todos os dias. Em casa, esteja 100% voltado a sua família. Ajude nas atividades, dê atenção a seus filhos, faça refeições à mesa com todos, etc. E nos fins de semana e feriados, DESCANSE. Se distraia com amigos e familiares, se envolva em trabalhos comunitários (se for do seu interesse) e se possível, envolva sua família também. Procure dormir o suficiente, se alimente de forma saudável, mas se permita excessos de forma eventual. Beba bastante água. Vá ao médico regularmente. Namore sempre, não deixe o seu casamento cair na rotina, cultive o riso na sua relação. Participe das atividades de seus filhos, assista suas apresentações, torça por ele nos campeonatos da escola, ajude-o com as tarefas. Retorna as ligações de seus parentes e amigos que não conseguiram falar com você no horário comercial. Não se comprometa com aquilo que acha que não conseguirá cumprir.

"Mas como vou dar conta de tudo isso? Meu dia só tem 24 horas!" Minha resposta é: "MONTE SUA EQUAÇÃO! Eu estou montando a minha." Afinal, pra que serve o sucesso, senão pra partilharmos com quem amamos?